Almost Three Months

Quase a fazer três meses de mudança de vida, que é mesmo disso que se trata a minha mudança de hábitos. Estava a pensar em alguns truques que passei a usar para enganar o meu cérebro da fome psicológica e também para incentivar-me a gostar mais dos alimentos, como também para o marido que é meu companheiro nesta aventura maioritariamente nutritiva.


Começamos esta jornada praticamente juntos, com uma semana de diferença para ser mais exata. Eu arranquei com o retorno das saladas como alimentação principal e depois da primeira semana de folhas no prato e exercício com menos 2 quilos, ele decidiu entrar na minha.

Agora com quase menos 10 quilos cada um e roupas a ficarem melhor vestidas do que no cabide, quero mostrar-vos alguns truques que aplico na mesa para que ambos não caiamos na asneira de estragar a nossa jornada. E como cada vez temos mais consciência de que a alimentação é 80% e o exercício 20% deste processo, é nisto que temos investido mais tempo e um compromisso sério.

Na hora das refeições eu uso:

1. Pratos menores e verdes ( tamanho entre médio e sobremesa ) 

Isso faz com que as porções sejam menores e o prato não pareça tão vazio. Ajuda a não cairmos na tentação de colocarmos mais comida porque ao olharmos para o prato vemos que é suficiente. 
A cor verde é a mesma da maioria dos vegetais que tanto precisamos para ficarmos saciados e por isso, ajuda-nos também a colorir mais o prato com outra variedade de alimentos, além de avisar aos nossos olhos que estamos a falhar se só houver 1 cor no prato.

2. O único líquido que acompanha as refeições é água. 

Faz tempo que não compramos sumos industrializados e estamos a ponderar a compra de uma centrifugadora para podermos preparar os nossos sumos frescos, por todos os motivos e porque assim não há adição de açúcar desnecessariamente.

3. Cortamos o açúcar e sal acrescentado.

Naturalmente os alimentos tem a sua quantidade de açúcar e sal, por assim dizer. Mas, viciados em adição de açucar e sal, nem sentimos este sabor. Então, quando cortamos, passados alguns dias voltamos a sentir o real sabor dos alimentos e até achamos exagerado de sal e açúcar quando comemos algo que antigamente saboreávamos e achávamos ok. 

Isso não quer dizer que já não há sal na comida, mas temos tentado cortar. Mas, o açúcar foi substituido pelo adoçante.






4. Passamos mais tempo juntos a preparar a nossa comida.


Parece simples e até banal, mas antes disso, um sentava no sofá e o outro ia para a cozinha fazer o tradicional. Agora há gosto em escolher os ingredientes quando vamos às compras. Passamos tempo pensando no que vamos experimentar para a próxima nova receita e por fim, saboreamos juntos e comentamos um com o outro o quão surpreendente é aquele novo sabor que nem imaginávamos que existisse. 

5. Criamos uma regra que não é regra nenhuma mas, que ajuda a mantermo-nos firmes.

Todos os pratos principais devem ter: proteína, sementes, legumes, verduras e fruta. Além do mais, comprometemo-nos a fotografar a nossa comida para demonstrar o nosso apreço pelo nosso esforço na cozinha e para no futuro conseguirmos perceber o quanto evoluímos.

Salada Camponesa de Peru Grelhado com Pistachios e Pinhões.

Ingredientes:

1 porção de Salada embalada com mistura de folhas ( alface verde, roxa, rúcula, agrião)
1 porção de alface iceberg
1 tomate vermelho
1/2 pimento amarelo
1 chalota roxa
2 bifes de peru temperado com sal, pimenta preta e colorau
1 porção pistachios 
1 porção de pinhões
1 queijo parmesão

Preparação:

Numa taça rasgue as folhas lavadas e corte a tomate, o pimento e a cebola como preferir.
Grelhe o bife numa frigideira anti-aderente sem acrescentar gordura.
Corte o bife grelhado em tiras e reserve.
Tempere a salada com vinagre de maçã biológico, azeite extra-virgem ou virgem e sal.

Composição do prato:

Sirva a salada no centro do prato.
Raspe queijo parmesão sobre a salada.
Distribua o peru cortado por cima da salada.
Quebre os pistachios e polvilhe sobre a salada e por fim, coloque os pinhões.


Isto é só uma sugestão, é claro! Usem a vossa criatividade e recriem a vossa versão desta maravilhosa salada. 
Não se esqueçam de partilhar comigo através da #beyoutifulinsideandoutside , terei muito gosto em partilhar no meu instagram as vossas fotografias também.

6 comentários:

Carpe Diem disse...

Gostei muito de te ler. Adoptar um estilo de vida saudável é muito importante para uma vida melhor. Obrigado pelas dicas :)
Beijinhos

Convido-te a conhecer o meu blogue :)

http://carpediemtome.blogspot.pt/

Voar Viajar Viver disse...

São óptimas alterações que vais ver que fazem toda a diferença :) Eu agora substitui o azeite e outras gorduras de preparação alimentar e substitui pelo óleo de coco e estou a adorar, mais tarde irei fazer um post a contar-vos tudo :)

r: nunca tinha ouvido falar dessa app, tenho de ir espreitar, obrigada!

beijos
Voar Viajar Viver

Clênia Daniel disse...

Ohhh Carpie Diem! Que bom! é um prazer saber disso. Também visitei o seu blog e gostei imenso. Obrigada!

Clênia Daniel disse...

Olá Voar Viajar Viver! Ohhh miúda! Obrigada pelo carinho de sempre! Experimentar novas formas de preparar os alimentos tem me feito muito feliz porque torna o que é banal em novo e eu gosto disso. Eu não substituo o azeite porque é uma excelente fonte de omega 3 e 6 se não estou enganada e adoro na salada, mas para "aquecer" uso o de coco também. A proxima aquisição será o óleo de sésamo e de semente de uva ( que aparentemente tem sabor de manteiga e é super saudável).
Um beijinho querida! Dá uma olhadinha na aplicação que vais amar, não é de dieta, é de produtos saudáveis.

Sara Cabido disse...

Que orgulho, querida Clênia! Muitos parabéns por essa etapa que têm ultrapassado os dois :)

É mesmo muito bonito ver a vossa motivação e força de vontade! Eu própria tenho que começar a ter mais cuidado com a minha alimentação e exercício!

Um beijinho grande e continuem assim,

Sara Cabido | Little Tiny Pieces of Me

Clênia Daniel disse...

Obrigada Sarinha! É muito bom saber que temos apoio de quem nos lê e isso ajuda-nos a continuar.
Sim! Se puder começar é sempre bom porque és nova e podes manter um estilo diferente de vida bem mais saudável do que eu tinha quando tinha a tua idade. É bom para tudo mesmo, vais ver!

Um beijinho grande!

Design, coding and theme by Ana Garcês.
BE.YOU.TIFUL © 2008-2015