On The Menu | Food With Six Pack



Algo que sempre adorei saborear desde a infância são ovos, logo pela manhã, mexidos, cozidos, como omelete, no pequeno-almoço, no almoço ou no jantar, eles são sempre bem-vindos, diga-se de passagem.

Os ovos são sempre uma excelente opção de alimento e agradam a gregos e troianos sem muito luxo. Por isso, decidi vos mostrar como costumo prepará-los no meu dia-a-dia, dependendo do apetite do momento.
O bom dessa mudança foi que resgatei muitos dos meus hábitos alimentares matinais para suportar o  meu treino diário e ir de encontro ao meu objetivo. Por isso, os ovos são a primeira fonte de proteína que gosto de comer logo de manhã.



Sendo economicamente acessíveis, de fácil digestão e super versáteis, os ovos podem ser usados em qualquer horário do dia, inclusive como snack, exceto se seguir uma alimentação que restrinja o consumo de fonte animal (respeito isso) ou não goste de ovos, fora isso são sempre excelentes escolhas.
Então, pensando eu que não segue restrições na vertente alimentar e gosta de ovos, que tal acrescentar esta receita deliciosa e saudável ao vosso repertório? ã?

Waffle Proteico 




Ingredientes:


  • 2 ovos inteiros + 1 clara
  • 4 colheres de sopa de tapioca ( polvilho doce )
  • 3 colheres de sopa de iogurte ou queijo cottage (quark ou queijo fresco)
  • 1 colher de sopa de farinha de linhaça ou chia , ou até outra fonte de fibra da sua preferência (eu uso Psyllium Husk * opcional

Opcional: 1 colher de chá de essência de baunilha e canela em pó a gosto (eu adoro o cheirinho e sabor).





Preparo:


  • Ligue a máquina de waffles ( se não tiver, pode usar uma frigideira anti-aderente e fazer como panquecas ).
  • Unte as placas da máquina ou a frigideira com óleo de coco* para não colar.
  • Preencha a base de forma incompleta porque a massa incha e transborda se encher muito.




A máquina avisa quando está pronto, mas eu gosto do meu waffle douradinho, então deixo sempre mais um bocadinho.


Para o waffle continuar saudável, proteico e magrinho, eu gosto de barrar com queijo quark, manteiga de amendoim ou acompanho com ambos e frutos silvestres. Tudo dependerá do horário que comer este waffle, pois esta massa dá para fazê-lo doce ou salgado, alterando apenas a parte opcional da receita e os acompanhamentos.
Portanto, sempre pode dá preferência à recheios de salmão fumado e salada se preferir consumir no almoço ou jantar.



Informação Nutricional:


  • Ovos - São excelentes fontes de proteína vindas das claras e *as gemas além de vitamina D possuem uma quantidade de gordura saturada, por isso dispensamos ali apenas uma gema para não alterar demasiado o colesterol, mas se não tiver problemas com isso pode usar na boa.
  • Tapioca - É um alimento natural, com baixo teor de sódio, sem gordura, rico em carboidratos de rápida absorção (ideal para pós-treino) e isento de glúten. Se não for consumir a tapioca como refeição pós-treino, deve incluir fibras na massa (conforme as sugestões acima) e recheios ricos em proteína, e, ou gordura boa, que vai tornar a digestão mais lenta.
  • Iogurte grego / Queijos Magros - Alimentos com elevado teor de proteína, que normalmente levam o dobro do tempo e gastam o dobro das calorias para ser digerido, ou seja, ajuda no emagrecimento, contribui para o aumento da massa magra, entre outros benefícios. (Intolerantes a lactose, devem substituir este tipo de proteína animal por vegetal).

Evite o açúcar refinado. Consuma frutas e alimentos naturalmente doces para adoçar o seu paladar. As opções que uso para adoçar os meus snacks são: mel de abelha, açúcar de coco, stevia, ou stevia com erythritol. Mas, nunca esqueça que o que acompanha o seu waffle acrescentará calorias à sua refeição, portanto, reserve as doçuras para dias especiais.

4 comentários:

Shinobu disse...

Eu faço muito esta receita, em forma de panqueca porque não tenho a máquina. Infelizmente eu adoro misturar banana esmagada para adocicar a coisa, mas nesta fase da dieta ainda não posso comer banana ahahahha portanto tenho evitado fazer. A minha relação com os ovos e como a tua, acho que é um alimento maravilhoso!

Sophie Tudela disse...

Por acaso a primeira vez que comi isso não gostei nada, achei super doce e eu gosto de doce, mas aquilo matava-me e ainda punha-me com diabetes ahah.
Mas gostava de experimentar novamente, em versão ligth.

Acabei de conhecer o teu blog :)

Beijocas,
www.wordsofsophie.com

Clênia Daniel disse...

Eu adoro bananas Shinobu e uso-a assim para adoçar as coisas. Vou te contar um segredo: As vezes quando estou na ânsia por doces, eu treino a pensar numa receita dessas e depois, quando sento-me a mesa, aproveito a oportunidade. Uso meia banana porque normalmente 1 inteira tem mais de 100 calorias. As maçãs são uma ótima opção também e divido-a com o marido porque uma tem quase 200g e é muito por refeição. A ideia de treinar antes, é simplesmente para sentir-me bem por "conquistar" a minha refeição, sem culpas.
Um beijinho!

Clênia Daniel disse...

Olá Sophie! Os waffles são normalmente muito doces e por isso, quando experimentei esta receita tentei por tudo não acrescentar ingredientes demasiado doces. É mesmo um atentado! Esta receita não é assim, é levezinha e super agradável de comer. Só será doce se você acrescentar açúcar na massa ou como recheio, fica a seu critério.
Experimente esta e vai adorar! Beijinhos e seja bem-vinda!

Design, coding and theme by Ana Garcês.
BE.YOU.TIFUL © 2008-2015