Favorite Fat and Fat Burner



Ok!! Vamos falar daquilo que me tem ajudado imenso a queimar a banha, principalmente da zona abdominal, mas atenção ao "mas" porque ele influencia no sucesso ou fracasso desse processo. Agora sem mais tretas, vamos às dicas de uso.

Desde Outubro que decidi implementar algumas mudanças no meu treino e alimentação para potencializar a queima de gordura e consequentemente me livrar do peso de uma vez por toda, pois como sabem, se a massa gorda não sai, o peso volta num estalar de dedos. 

Dicas práticas com exemplo daquilo que faço diariamente: Acordo às 6:00 e como os meus níveis de glicogênio estão baixos ( glicogénio (açúcares) é a primeira fonte de energia que o seu corpo vai buscar para gastar, mas como estão baixíssimos, é aqui que aproveito para torrar a gordura acumulada em forma de pneu). "Mas", para isso tenho que estimular o meu organismo a funcionar, então eu não me alimento logo, apenas bebo ao acordar 500 ml de água com limão para alcalinizar o meu corpo e ativar a digestão. 
De seguida, como o meu treino começa às 6:30 da manhã, eu preparo uma bebida que é o meu "Fat Burner" natural.

Bebida Pré-Treino: Uma xícara de café de pelo menos 200ml ( pode ser chá verde ) + 2 colheres de chá de óleo de coco biológico (cold pressed) + 1 colher de chá de manteiga clarificada*  (*opcional) - sem adoçante ou açúcar. 
Esta bebida tem a volta de 200 calorias, que é a energia ideal para começar o treino e não sentir fraqueza a meio. 

Em termos de treino faço - Hiit - High Intensity Interval Training - 15 min / dia
                                           - TABATA - 10 min / dia
                                           -  AMRAP - 15 min ou 10 min / dia


Cada treino deste ajuda-me a queimar entre 350 a 500 calorias durante o exercício ( + aquecimento + alongamento ), fora a queima que prolonga-se pelas próximas 48 horas. 

Depois do treino é hora de comer!!! Aqui você deve comer carboidratos, inclusive aqueles que tanto adora, como pães, bolos e etc, mas a ideia é dar nutrientes para as células e ajudar o seu corpo a recuperar do esforço mais rapidamente, por isso seja ponderada e consciente. Deixe isso para a "cheat meal" 1x por semana.  E não se esqueça das proteínas e gordura boa. Lembre-se do equilíbrio! Dê ao seu corpo alimentos saudáveis e variados e deixe-o satisfeito o resto do dia.



Agora vem a hora do segundo "mas". 

  • Você não deve consumir óleo de coco no café, se não for nestas circunstâncias. Ou seja, se comeu antes do treino, basta tomar o café forte ou chá verde, sem óleo, pois as suas células já estarão abastecidas para o treino (glicogênio) e não irão buscar energia no óleo para gastar e sim, nos açúcares da sua refeição anterior. 
  • O óleo de coco continua sendo uma gordura boa, mas que engorda tanto quanto qualquer outra gordura consumida em excesso.
  • Ao inserir o óleo de coco na sua alimentação, certifique-se de que passa a consumir mais peixe durante a semana, pois o óleo de coco já tem gordura saturada e por isso deve restringir os consumos de proteína rica em gordura saturada também, como carne, optando por gorduras mais saudáveis, como a dos peixes e frutos secos.
  • Pode cozinhar tudo com óleo de coco e deixar de usar todo e qualquer óleo vegetal, excepto o azeite de oliva extra virgem, que é a melhor gordura de todas, mas que não deve ser aquecido porque acaba perdendo as suas propriedades benéficas.

Então, desde àquele mês até hoje, todos os dias que começo com o meu treino, tomo este "fat burner" natural. 
Outra coisa, não se pode misturar grandes quantidades de açúcar com grandes quantidades de gordura e evite misturá-los, por isso não adoce a bebida pré-treino, por exemplo. Logo, se quer perder peso, restrinja o consumo de açúcar ( só frutas e vegetais ) e aumente o consumo das boas gorduras de que falei neste post ( óleo de coco e azeite, ambos extra virgem e óleo de peixe (ômega 3). 
Parece impossível, mas ( semelhante dissolve semelhante, logo é a gordura boa que te vai ajudar a derreter a gordura acumulada ) é incrível como verá as medidas a diminuir, principalmente na barriga, se for este o seu problema.

Aliado a isso, você tem o treino que aumentará a temperatura corporal e obrigará o seu metabolismo a trabalhar como um forno a derreter tudo.

Nos dias que não treino, restrinjo o consumo de gordura boa e de açúcares naturais também, ou seja, consumo poucas quantidades durante o dia, porque não vou precisar para gastar a mais, apenas para as funções vitais. 

6 comentários:

Sara Cabido disse...

Óptimas dicas, querida Clênia! Agora que voltei ao "activo" este post vai ser precioso :)

Sara Cabido | Little Tiny Pieces of Me

Clênia Daniel disse...

Olha que bom que voltou a praticar exercícios! Ainda bem que este post pode ajudar-te de alguma forma Sarinha! Um beijo enorme para ti! Obrigada pelo carinho!

Shinobu disse...

O meu lado psicológico acha que não consegue beber essa café com óleo de coco e depois ir treinar. Mas pronto, se tu consegues, também tinha de conseguir. Eu só uso azeite, ando tentada a comprar o óleo de coco por muito que ando a ler por ai, mas ainda não fui avante.
Não tenho motivação para treinar de manhã... provavelmente não é o melhor para os meus objectivos, mas treino pelas 17h/20h.
Achei a tua publicação bastante esclarecedora!
Obrigada
Beijinhos

Clênia Daniel disse...

Como te compreendo Shinobu! Eu também era assim, pensava que para perder gordura tinha que deixar de comer gordura, mas não é tão linear desta forma. As gorduras boas equilibram a nossa parte hormonal e é isso que faz o nosso metabolismo trabalhar bem ou mal. Os óleos que citei acima são os únicos que uso e as manteigas são apenas feitas por mim em casa (amendoim, amendoa, avelã e etc, exceto a clarificada que falei). Não tive medo que ir por este caminho porque tentei me esclarecer antes disso e depois de inseri-los na minha alimentação sinto-me muito mais "estável" em termos de perda de peso, humor, fome durante o dia, período menstrual e muito mais.
Eu decidi inserir este fat burner na minha rotina porque quando comecei tomava um comprimido que me fazia muito mal, deixava-me toda a tremer e eu fiquei com medo. Então, parei e decidi procurar recursos saudáveis que não afetasse o meu bem-estar e acredite, esta foi a melhor aposta que fiz.
Qualquer dúvida é só dizer minha querida! O que puder esclarecer em termos de experiência, partilharei com todo o gosto. Beijinhos!

Nádia disse...

Gostei de ver que falaste dos carbohidratos sem serem o inimigo, porque não são mesmo :)

Clênia Daniel disse...

Obrigada Nádia! Antigamente pensava que era, mas hoje vejo que não. Simplesmente consumo carboidratos conforme o meu objetivo de treino e não de forma compulsiva e sem noção, como fazia no passado. Eles ajudam a ganhar massa muscular e são essenciais para quem levanta peso. Então, como o meu objetivo é perder gordura e tonificar, vou alternando o consumo diário. Ou seja, nos dias que levanto peso, consumo mais carboidratos do que num dia de descanso ou de um treino mais leve.
Além do mais, precisamos deles na nossa alimentação, aqui o importante é saber a hora de comer para manter-se saudável.
Beijinhos!

Design, coding and theme by Ana Garcês.
BE.YOU.TIFUL © 2008-2015