My september



Setembro chegou e com ele as mudanças. É estranho passar de um dia para outro e sentir que passamos fases, mudamos planos e muito em nós tem que ser moldado. 

Ao contrário de muitos que propõe-se à mudanças no fim do ano, eu sinto-as agora e já cheguei realmente a conclusão do porquê disso. É em setembro que corto os cabelos, normalmente mudo a cor deles, altero a decoração da casa, mudo de hábitos e liberto-me das minhas folhas. Curiosamente tudo o que não fiz enquanto estava de férias continua aqui como objetivo a ser realizado e como a remar contra a maré, luto contra os males que fazem parte de mim, desde preguiça, desorganização e nostalgia, um exercício mental permanente para que tudo em mim se mantenha vivo e entusiasmado.

  1. Chá - Desde que voltei de férias estou doente. Tudo fruto de uma ligeira baixa na minha imunidade e pimba! Tenho que gramar a gripe durante mais uma semaninha para ficar completamente curada. E uma das soluções para me manter bem foi voltar a tomar chá, então pela manhã tomo uma xícara de chá verde e antes de ir para a cama tomo uma de camomila. 
  2. Água - Não quero perder o hábito de beber bastante água durante o dia, por isso a garrafinha de água permanece na minha bolsa e na mesa do escritório para que eu não me esqueça de beber. É imprescindível não perder os bons hábitos, por isso este vai ficar.
  3. Manta - Voltei a por a manta nos pés da cama. Não sei se foi por estar doente ou porque o tempo virou e ficou cinzento, mas a minha manta voltou a fazer parte das noites e confesso que tenho dormido lindamente, sem calor, nem frio.
  4. Novos e bons hábitos alimentares - Adicionei definitivamente a aveia na minha alimentação. De manhã faço panquecas de banana com manteiga de amendoim e à noite, esporadicamente como papas de aveia com canela. Incrivelmente isso sempre foi algo que eu comia quando vivia no Brasil, mas como aqui a vida é mais corrida e o pão com fiambre e café é mais prático, os meus antigos hábitos foram deixados de lado. Agora para retomar e melhorar a minha saúde novamente, trouxe para os meus dias coisas que eu fazia antes de me mudar para cá e tenho sentido uma mudança notória no meu organismo. Os frutos secos também entraram como snack durante os lanches e os mirtilos, especiarias e sementes vieram participar definitivamente do meu dia-a-dia.
  5. Folhas - Neste mês as folhas começam a cair e além de adorar esta sensação de que a minha estação do ano favorita (Outono) está chegando, adoro ver as cores mudarem nas roupas, na natureza e perceber realmente tudo a mudar. Deve ser porque não é de forma sutil e como sou uma pessoa que farta-se rapidamente do que é sempre igual, gosto de conseguir enxergar sobretudo em mim a chegada do outono.
  6. Velas - Uma das coisas de que mais sinto saudades de fazer no verão é acender velas, porque adoro o cheirinho que fica na casa e o ar aconchegante que deixa enquanto queima e exala um aroma delicioso, por isso é nesta altura que escolho novas velas, espalho os diversos castiçais pela casa e espero uma oportunidade para deliciar-me e viajar pelos diversos locais que vou conhecendo graças aos cheiros que vou experimentando.
  7. Organização - E depois das viagens, das férias e do tempo quente, começo sempre por comprar objetos de decoração que façam referência à estação, mudo os móveis de lugar e preciso no fim, reorganizar o ambiente para receber o tempo frio que já já estará aí à porta. Por isso, é nesta altura que faço as minhas escolhas online na Zara Home, Ikea e agora H&M Home, depois disso crio uma lista daquilo que vou comprar antes de ir às lojas para saber exatamente o que preciso porque é muito normal em mim chegar lá e voltar de mãos a abanar porque perco-me a ver tudo e mais alguma coisa, então esta agora é a minha estratégia. 
É isso Babies, um pouco de como tenho sentido a chegada deste mês. Por isso fiz este meu roteiro mental para tentar entrar no tempo frio que se avizinha sem tristeza ou stress devido a frustração de não ter permanentemente dias de verão.

Com carinho,

Clênia Daniel.

2 comentários:

Andreia Pinto disse...

Apesar de ser um bocadinho como tu.. Bem, a ver bem, todos nos stressamos e deprimimos um pouco com a ausência do sol durante o longo(oo) inverno… Eu anseio este ano muito pelo inverno. Talvez por este ano ainda nao termos tido o verdadeiro verão - por castigo, parece que só agora é que ele está a começar a chegar, pelo menos na minha zona.

Gostei muito desta aconchegante publicação. Entao quando te referiste a velas… HMMM que visão deliciosa, mas acredita que não é tanto como tu. <3

Um beijinho, Andreia

http://pontofinalparagrafos.blogspot.pt

Cisca disse...

Tão bonito o texto. Bom Setembro minha querida

Design, coding and theme by Ana Garcês.
BE.YOU.TIFUL © 2008-2015